Estabelecimentos do Centro Histórico de Curitiba entram na onda da sustentabilidade

Estabelecimentos do Centro Histórico de Curitiba entram na onda da sustentabilidade

Referência no assunto, a Beegreen Sustentabilidade Urbana é a nova parceira da Rede Empresarial do Centro Histórico de Curitiba

 

Dados da Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos, mostram que o Brasil produz atualmente quase 37 milhões de toneladas de resíduos orgânicos e, desse total, apenas 1% do que é descartado pela população e estabelecimentos comerciais é reaproveitado na compostagem e biodigestores, o restante acaba parando – no melhor cenário – em aterros sanitários. O que muita gente não sabe, é que esses resíduos todos tem um grande potencial econômico, podendo virar não só adubo, mas gás combustível e até energia.

 

Em Curitiba, restaurantes e estabelecimentos do centro histórico da cidade se uniram e fecharam parceria com a Beegreen – referência quando o assunto é sustentabilidade urbana -, para melhorar o quadro da gestão de resíduos na região. “Essa parceria é gratificante. Somos uma startup em prol da sustentabilidade e do planeta. Nosso objetivo é desenvolver ações que ajudem os estabelecimentos a melhorar suas práticas com relação a geração de resíduos”, explica a bióloga e sócia-proprietária da empresa, Jessica Pertile.

 

O objetivo agora, com a chegada da startup, é fortalecer ainda mais esta rede de sustentabilidade para que as ações sejam cada vez mais efetivas, e que inspire outros estabelecimentos e, também, a própria gestão pública. Além da redução da geração de resíduos plásticos descartáveis, serão elaboradas outras ações que engajem a população a entrar nessa onda de cuidado com a saúde e o planeta. “Essa união é fundamental, mas é um processo de construção. Queremos que o Centro Histórico seja reconhecido ainda mais pelas suas ações empresariais de sustentabilidade, pois juntos somos mais fortes”, avalia a bióloga.

 

Mais de 115kg de alimentos compostados

No mês de setembro, os estabelecimentos A Caiçara, Mikado, Palco dos 5 sentidos, Porcadeiro, Bella Vivenda, Nonna Giovanna, Hotel Blumenau, Quintal do Monge, Oriente Árabe, Bar do Alemão, Balaio de Gato Brechó, todos juntos à Beegreen, realizaram a primeira compostagem coletiva dos resíduos orgânicos da rede do Centro Histórico. No dia, foram compostados cerca de 115 quilos de resíduos orgânicos, os quais foram levados para o Restaurante Quintana – parceiro da ação -, que possui composteiras no jardim da empresa. Para a Jéssica, esses números mostram que existe um mercado que é pouco explorado, mas com muito potêncial. “Pode parecer pouco, mas esse é o lixo gerado em apenas um dia. Isso mostra que existe, sim, demanda para a compostagem em Curitiba”. Outro ponto importante é que os colaboradores dos estabelecimentos foram treinados para separar os orgânicos – estes foram coletados em baldes plásticos reutilizáveis – e encaminhar para o destino adequado. “Agora estes resíduos vão se tornar adubo, e serão utilizados nas hortas dos próprios restaurantes. A importância da compostagem é ampla: economiza recursos financeiros da prefeitura na coleta e disposição em aterro, fixa carbono no solo, auxilia na redução da crise climática, entre outros fatores”, comenta a engenheira de produção e também sócia-proprietária da startup, Patricya Soares Bezerra.

O Centro Histórico e as boas práticas de sustentabilidade

 

As boas práticas sempre estiveram presentes na rotina dos estabelecimentos da região. Exemplo disso são os projetos que a rede e seus associados abraçaram. Grande parte já trabalha com a logística reversa do óleo vegetal, e outros eliminaram o uso do material em seus restaurantes. O restaurante Porcadeiro e o A Caiçara, prezam pelos alimentos regionais e orgânicos de cultura tradicional e familiar. No cardápio do Palco dos 5 Sentidos, existe uma mensagem de que o estabelecimento não trabalha com plásticos descartáveis, e que a água é filtrada e livre para os clientes. Já no Mikado, eles eliminaram os copinhos plásticos do cafezinho, comuns em todo restaurante; agora, o cliente toma o café em uma xícara reutilizável. Tudo para evitar a geração de lixo. Todo este trabalho foi reconhecido no início de Setembro, quando a Rede Empresarial recebeu, na FIEP, o Selo ODS de Sustentabilidade, o que reforça a vontade da rede em continuar.

 

Sobre a Beegreen Sustentabilidade Urbana

A Beegreen nasceu em 2016, fruto dos sonhos e da força de duas mulheres empreendedoras. A empresa é pioneira na fabricação e distribuição de canudos reutilizáveis, feitos de inox. Para quem ainda não conhece, a marca é líder de mercado quando o assunto são canudos sustentáveis. Atualmente, são quatro modelos: canudo de inox reto (Espessura: 6 mm); canudo de inox curvado (Espessura: 6 mm); canudo de inox para drinks (Espessura: 6 mm); e o canudo de inox para shakes (Espessura: 8mm). Além da produção de canudos, a empresa está ampliando sua cartela de produtos e já oferece opções como copos sustentáveis, ecobags, composteiras e kits ecológicos, todos disponíveis no site da marca. Para mais informações sobre a Beegreen, acesso o site oficial da empresa www.beegreen.eco.br ou as páginas oficiais da marca no Facebook www.facebook.com/beegreenbr , Instagram @beegreenbr e no LinkedIn https://www.linkedin.com/company/beegreen-sustentabilidade-urbana/